Prefácio ao livro “Sabrina: um conto de mel”

Sabrina é um livro de ficção inspirado nas ficções em série cujo título original da série de livros – Sabrina – foi pego de empréstimo aqui.

Do Sabrina primeiro nasceram as publicações amigas – Júlia; Bianca; Mirella. Decerto há mais livros, autores e autoras que se inspiraram nesse clássico da literatura ligeira que viveu em paralelo com outros romances, filmes, peças de teatro e novelas de rádio e televisão.

Os livros de Sabrina foram a literatura de milhões de pessoas, sobretudo mulheres, desde 1935. Enormes mudanças de mundo e de sociedades estavam, de algum modo, refletidas nelas. Ganharam um estilo próprio tão marcante que muitos autores escreveram para as séries. 

As histórias dessas publicações, um clássico popular do século XX, trouxeram personagens virtuosas, sonhadoras e dispostas a percorrer o mundo – e mundos – por algo grandioso: um final feliz, portanto, um final que é um início de algo. Assim deveria ser a vida, poder-se-ia dizer não se querendo dizer muito e parecendo – mas não mais que parecendo, só parecendo – dizer bastante.

Este livro, maior que um conto e menor que um romance – dizendo com uma expressão que ninguém define bem o que significa – é um média metragem.

Foi escrito para quem acredita, como um Nelson Rodrigues em seu dia acreditou, que sempre existe cousa interessante a se notar no quotidiano prosaico – até em uma banca de jornal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s